COMO TRATAR PEQUENAS FERIDAS | Advance

Como tratar pequenas
feridas

O seu gato sofreu um pequeno acidente? Magoou-se? Cortou-se? As pequenas feridas superficiais, geralmente, não representam uma emergência; contudo, requerem cuidados. A primeira coisa a fazer é garantir que não se trata de nada grave que requeira a intervenção de um veterinário. De seguida, deve limpar e desinfetar a ferida e vigiar ao longo dos próximos dias para certificar-se que não infeciona nem provoca complicações.

É SUPERFICIAL?

Se o seu gato aparecer com algum corte, ferida ou arranhão aparentemente pouco significativo, comprove que, efetivamente, não é nada grave. Se a ferida for numa pata, no pescoço ou noutra zona articulada, confirme que o seu gato consegue caminhar, deslocar-se e agir de forma natural e sem dores. Caso contrário, ou caso a ferida apresente uma hemorragia mais profunda, ou se observar uma cor ou transpiração estranhas, o mais aconselhado será levá-lo imediatamente ao veterinário.

DESINFEÇÃO

Assim que tiver descartado a necessidade de consultar um veterinário, deve desinfetar a ferida, lavando-a com água e sabão, e aplicar um antisséptico suave, como por exemplo iodo.
No caso de haver pelo emaranhado sobre a ferida, pode cortar o pelo que se encontra á volta da zona afetada para poder trabalhar melhor e para também evitar que a ferida infecione. Se for uma ferida ligeira e não infecionar nem houver complicações, o procedimento anterior deverá ser suficiente para curá-la.

ABCESSOS

No entanto, e apesar de todos os cuidados, a ferida pode infecionar e não curar, algo que irá agravar-se à medida que os dias forem passando, inchando até resultar num abcesso; ou seja, numa acumulação de pus na ferida. Nesse caso, deve levar a seu gato ferido ao veterinário. Porém, se por algum motivo não lhe for possível, tente você: corte com cuidado o pelo à volta da zona inflamada enquanto outra pessoa segura no gato. De seguida, impregne a área afetada preparando uma solução com um pouco de sal dissolvido num copo de água. Repita estas impregnações e mantenha a área afetada húmida durante 24 horas, o abcesso deverá rebentar. Por último, limpe a zona afetada e vigie para certificar-se de que não se forma um novo abcesso.

Se a ferida for numa pata, no pescoço ou noutra zona articulada, confirme que o seu gato consegue caminhar, deslocar-se e agir de forma natural e sem dores.

HEMORRAGIAS

Se a ferida for pouco profunda, mas sangrar muito limpe primeiro a ferida com um algodão humedecido, pressione durante alguns minutos e só depois aplicar água, sabão e antisséptico.

DESINFEÇÃO

Se continuar a sangrar ou se a hemorragia for considerável, e por algum motivo não poder contar com o auxílio de um veterinário, estanque-a tapando e pressionando a ferida com uma gaze ou compressa embebida em água fria. Se a hemorragia não parar, segure a compressa com uma venda e sobreponha uma nova compressa sobre a anterior, colocando uma nova venda sobre a segunda.

Descubra o melhor alimento para o seu gato

Começar teste

Artigos que lhe
podem interessar