POR QUE NÂO RONRONA? | Advance

Por que nÃo ronrona?

O ronronar de um gato é sempre um sintoma de satisfação e felicidade. O próprio dicionário define o termo ronronar como a ação e efeito de emitir uma espécie de ronrom, geralmente quando está contente ou descansado.

Para o gato, é algo inato; este emite um som similar a uma vibração contínua em forma de som surdo, oco, e profundo, com uma frequência entre as 25 e 150 vibrações por segundo.

No entanto, o significado desta vocalização é incerto. Após vários estudos, investigadores britânicos descobriram que os gatos ronronam para conseguirem obter dos seus donos aquilo que pretendem, e na natureza para pedir ajuda quando não se encontram nada bem ou para expressarem a intenção de não atacar nem de entrar em conflito quando a situação é de tensão.

COMO SURGE?

Toda a gente já ouviu o enigmático ronronar do gato: alguém lhe faz uma festa e ele ronrona. Mas, ainda se desconhece como é que o gato produz este som. Há algumas teorias, mas ainda não há unanimidade. Suspeita-se que o ronronar é produzido numas dobras ou falsas cordas vocais. Também à uma outra teoria que garante que o ronrom surge graças à contração de certos músculos da laringe.

Atualmente, definem-se dois tipos de ronrom: o que o gato emite quando algo é do seu agrado e o que emite quando deseja obter algo das pessoas.

QUAL É A SUA FUNÇÃO?

Embora muitos investigadores tenham defendido sempre que o ronronar corresponde a uma sensação de bem-estar, atualmente há uma nova teoria que indica que este som é uma forma de “autocomunicação”. Mas, os gatos podiam utilizar um som de maior frequência à do habitual ronrom para pedir comida.

Concluindo, atualmente definem-se dois tipos de ronrom: o que emite quando algo é do seu agrado e o que emite quando deseja obter algo das pessoas.

Descubra o melhor alimento para o seu gato

Começar teste

Artigos que lhe
podem interessar