Depois da desmama do filhote, é a sua vez


Depois da desmama do filhote, é a sua vez

Chegou o momento da desmama, um processo muito delicado que provoca certa tensão nos filhotes que precisam se separar das mães. Para que esse processo seja o menos traumático possível para os filhotes, é importante manter o resto dos hábitos não alimentares. Além do fator psicológico, você também precisa se lembrar de que a mudança de alimentação pode provocar diarreias ocasionais, portanto, é recomendável manter também os costumes alimentares que ele já tinha, além de ir introduzindo, pouco a pouco, alimentos novos, sempre acompanhados com água, para ele ir se acostumando. É muito importante que o filhote hidrate-se durante esse processo de mudança, principalmente se ele tiver diarreias.

É preciso servir uma dose adequada para que ele não fique com fome e nem coma demais. A frequência da alimentação diminui com a idade do filhote. Por exemplo, com quatro meses, eles precisam de quatro refeições diárias, com oito meses, eles passam a três, com um ano e meio, eles precisam somente de duas refeições. Depois disso, uma refeição diária é suficiente. De qualquer maneira, você precisa ter em conta o tamanho do seu animal, já que isso pode influenciar nas refeições. Consulte as recomendações que aparecem na embalagem do alimento.

Independente da dose, você precisa saber que, nesse momento, o seu filhote precisa de todos os nutrientes, já que vão proporcionar um crescimento correto e uma maior proteção evitando que eles corram riscos na idade adulta e fazendo com que sejam mais fortes diante de possíveis doenças.

A alimentação é essencial para o crescimento deles. Por isso, agora que o seu filhote precisa se separar da mãe, é importante você cuidar dele com a mesma delicadeza que ela cuidaria.