Gatos que buscam a bolinha


Gatos que buscam a bolinha

Comportamento

Um cachorro ir atrás da bola e devolvê-la ao seu dono não é nenhuma novidade. Entretanto, ver um gato colocar a bola que acabou de caçar nos pés do proprietário é outra coisa. Muitas pessoas descrevem esses gatos como se eles fossem “meio cachorros”. Mas isso é verdade? Será que o ato de trazer a bola pode ser explicado como um comportamento próprio da espécie felina?

 

Caçadores

Ao longo da sua vida, o gato, várias vezes, apresenta o comportamento de transportar algo que está na boca. Qualquer gato que caçou uma presa tem a tendência de transportá-la a um local seguro no qual poderá comê-la tranquilamente. Nas gatas que são mães, esse comportamento é observado duas vezes: quando elas transportam os gatinhos pela boca de um ninho a outro e quando elas levam uma presa para os filhotes poderem praticar as habilidades como futuros caçadores.

Portanto, transportar objetos com a boca faz parte do comportamento natural do gato tanto que alguns deles, de maneira espontânea, brincam de levar os brinquedos para os proprietários. Tudo o que o dono precisa fazer para incentivar esse comportamento é jogar o brinquedo novamente oferecendo outra oportunidade para o gato “caçar”.

 

Treinamento

Entretanto, se o gato não souber brincar de “buscar a bolinha” de maneira natural, é possível fazer verdadeiras sessões de treinamento para alcançar esse comportamento. Esse exercício pode ser ensinado graças a uma técnica chamada “modelo”. É uma técnica destinada aos proprietários que já têm experiência com o treinamento e consiste em premiar os comportamentos que se aproximem cada vez mais ao comportamento desejado, nesse caso “pegar a bolinha com a boca e trazê-la para perto dos pés do proprietário”. O treinamento começa preparando pequenos prêmios em comida e jogando a bolinha perto do gato. Quando o gato pega a bola com a boca, é preciso parabenizá-lo e presenteá-lo com um pedacinho de comida. Em outras sessões, você deve tentar fazer com que o gato realize mais ações, como por exemplo: manter a bola na boca durante um segundo; segurar a bola e mover a cabeça em direção ao proprietário; segurar a bola e ir em direção ao proprietário etc. O treinamento continua assim até que o animal tenha entendido o exercício e quando o proprietário lançar a bola, ele vai sair correndo, vai pegar a bola e vai trazer o objeto para o proprietário…”¡, como um verdadeiro gato!”