Como dar as melhores boas-vindas a um gato


Como dar as melhores boas-vindas a um gato

Antes de dar as boas-vindas a um gato, deve preparar um espaço que seja um lugar onde se sinta confortável e onde possa descansar em paz e desenvolver-se. Além disso, vai precisar de algum tempo para se adaptar.

No entanto, poderá demorar alguns dias até se habituar. Não se preocupe, os gatos geralmente ficam desorientados, nervosos e com medo, pelo que o ideal é deixá-los sossegados. Não deve pô-los nervosos. Ter um gato exige muita atenção, cuidado e tempo, por isso, todos os membros da família devem querê-lo e considerá-lo como mais um membro da casa.

Ao princípio, o gatinho não vai precisar da casa toda, mas, à medida que for ganhando confiança, vai querer explorar mais. Se for um gato muito jovem, pode demorar algum tempo até deixar o seu pequeno espaço ou a divisão onde estiver a caixa de areia.

Um aspeto essencial da vida de um gato é a comida. Desde o início que deve dar-lhe uma ração seca, não devendo misturá-la com nada, uma vez que esta já abrange todas as suas necessidades nutricionais. Caso seja um gatinho bebé, há croquetes adaptados para os seus pequenos dentes e necessidades nutricionais. Também existe um alimento específico para gatinhos entre os quatro e os doze meses e a partir de um ano de idade comem alimento de adulto.

Um gato, durante toda a sua vida, vai precisar de muitos acessórios, visto que podem viver mais de 15 anos, pelo que deve ter tudo à sua disposição desde o primeiro dia. Deste modo, compre: uma caixa de areia, areia, uma tigela para comida e duas para água, guloseimas, brinquedos, escovas, pentes, um arranhador, uma cama e uma transportadora, entre outros acessórios.

Outra coisa que pode fazer para tornar a vinda do seu gato mais agradável é utilizar as suas feromonas, as substâncias utilizadas pelo gato para marcar os objetos e o território. Com um pano ou bocado de tecido, esfregamos as bochechas, a zona perineal e as almofadas das patas do gato e, em seguida, esfregamos com esse pano as tigelas de comida, a caixa de areia, a transportadora e assim por diante. Assim, quando chegar a casa, o gato reconhecerá o seu odor em diferentes objetos, sentir-se-á mais tranquilo e adaptar-se-á à sua nova casa mais rapidamente.

Como o gato é um animal muito curioso e gosta muito de explorar, temos de impedir que sofra envenenamentos devido a produtos nocivos que, por descuido, possam estar ao seu alcance e ter atenção os riscos de queimaduras com fogões, óleo a ferver, forno ou placas de vitrocerâmica. As quedas também são acidentes frequentes que dão origem a traumatismos, que ocorrem devido à sua paixão pelas alturas. Além disso, temos de controlar a possível ingestão de corpos estranhos e pequenos. Se observar comportamentos estranhos, é aconselhável ir com ele diretamente ao veterinário.