Etologia ou como entender os animais


Etologia ou como entender os animais

Embora tenhamos muitas coisas em comum com os animais, é claro que também temos muitas diferenças. Isso faz com que, por vezes, nos custe a entender o seu comportamento e que cometamos o erro de interpretá-los como se fossem pessoas. É a partir desta necessidade de entendê-los que nasceu a etologia, a ciência que estuda o comportamento dos animais.

Explicando de forma muito simples, a etologia estuda as ações dos animais e o porquê das mesmas. A primeira fase do estudo, a descrição do comportamento, consiste na observação. É por isso que a imagem característica de um etólogo é a de uma pessoa que passa muitas horas a observar e a registar o que vê nos animais. A segunda fase do estudo, que se baseia na explicação do comportamento, requer muitos trabalhos experimentais ou de comparação entre espécies.

Qual é o objetivo da etologia com a descrição e a explicação do comportamento dos animais? A etologia ajuda-nos a entender melhor os nossos animais de estimação e pode ajudar-nos a prevenir, diagnosticar e tratar os problemas comportamentais dos animais domésticos. Quando falamos em problemas comportamentais, referimo-nos a comportamentos que podem ser perigosos ou desagradáveis para as pessoas, bem como a comportamentos que podem causar alguma lesão ou doença ao próprio animal. Por exemplo, pode ser um comportamento agressivo entre cães e gatos, o latido excessivo ou até mesmo comportamentos de automutilação. É por isso que a etologia é necessária no meio doméstico, pois ajuda a tratar comportamentos problemáticos dos animais de estimação que podem afetar tanto as pessoas (diminuindo a vontade de ter um animal de estimação) como os próprios animais (provocando-lhes desconforto).

Mas não se preocupe. Estes comportamentos tão comuns têm solução. Só tem de ir ao veterinário ou consultar um especialista da Affinity para detetar o problema o mais rapidamente possível e tratá-lo corretamente.