Gatos: alimentação e caprichos


Gatos: alimentação e caprichos

A educação que dá ao seu gato desde pequeno influenciará o comportamento dele para o resto da vida. Portanto, é essencial que lhe imponha algumas regras desde pequeno. Se não quiser que o seu gato se torne no rei dos caprichos, não se pode esquecer de educá-lo relativamente à alimentação.

Por isso, é importante ter em conta que o local onde o gato come deve estar limpo e sossegado, pois os gatos não gostam de ser incomodados enquanto comem. Se tiver mais do que um gato em casa, também é importante que cada um tenha o seu próprio recipiente, para que se apercebam de que têm comida suficiente. É igualmente importante colocar várias tigelas com água limpa e fresca em diferentes pontos da casa.

Poderá reparar que o seu gato não tem vontade de comer. Neste caso, deve dar-lhe pequenas quantidades de comida, mas várias vezes ao dia. Se o gato estiver em jejum durante dois dias, poderá ter algum problema de saúde.

Para que esteja alerta, aqui estão algumas das razões mais comuns que levam o gato a deixar de comer: mudanças na alimentação ou muita variedade de alimentos, está farto da ração de sempre e pode querer algo diferente, pode sentir-se desconfortável no local onde come ou estar stressado. Logo, nunca devemos perder de vista o pequeno gourmet. Satisfaça as suas necessidades, desde que não sejam meros caprichos.