Gatos esterilizados: chegou o momento de ficar em forma!


Gatos esterilizados: chegou o momento de ficar em forma!

Muitos gatos que não têm acesso ao exterior passam grande parte do dia a dormir ou a fazer atividades calmas, como pentear-se ou ver o que se passa ao seu redor. Nos gatos pouco ativos, é fácil entrar numa situação em que as calorias ingeridas ultrapassam as calorias gastas, com o consequente risco de acumular os excessos em forma de gordura corporal. O problema pode intensificar-se após a castração, pois o metabolismo do gato costuma diminuir, reduzindo ainda mais o gasto energético. Nesta situação, para conseguir que o gato mantenha o peso ideal, é importante adotar uma alimentação adequada e planear atividades diárias que ajudem o gato a manter-se ativo e em forma.

O primeiro passo do plano consiste em aumentar a atividade na hora de comer. Em vez de colocar a ração diária numa tigela para comida, pode estimular comportamentos relacionados com a alimentação, como a localização e a captura da presa. Por exemplo, pode espalhar a ração pelo chão, escondê-la em diferentes partes da casa, colocá-la num brinquedo oco, como uma bola ou uma garrafa de plástico pequena com buracos, coisas que o gato tenha de mexer para obter o alimento. Em alternativa, pode lançar de vez em quando alguns croquetes para que o gato vá à caça deles. Para os animais, o normal é “trabalhar” e investir tempo em atividades relacionadas com a caça, em vez de ter toda a comida concentrada num ponto e dedicar-se à alimentação por apenas poucos minutos por dia.

O outro ponto-chave do plano consiste em estimular a brincadeira. Cada gato tem as suas preferências, mas a maioria das brincadeiras dos gatos baseia-se na caça. Pode despertar este instinto com brinquedos do tamanho de um rato, leves, se possível com penas, e que se possam mover facilmente, simulando os movimentos de uma presa a fugir em linha reta. No mercado, há uma grande oferta de brinquedos para gatos, incluindo ratos telecomandados e brinquedos com temporizador que são ativados a horas específicas para entreter o gato enquanto o dono não está em casa. Os gatos costumam cansar-se rapidamente: por natureza, têm explosões de atividade quando perseguem e capturam a presa, seguidas de longos períodos de descanso. Portanto, para que o plano de atividade tenha sucesso, o melhor será organizar várias sessões de brincadeira de poucos minutos de duração, para fazer aproximadamente meia hora de atividade diária. Como é claro, para um gato que já tenha excesso de peso, o aumento do exercício tem de ser gradual.

A atividade física pode ser aumentada criando um espaço mais complexo para o gato (com estantes e arranhadores com andares), oferecendo-lhe objetos para explorar (como caixas de cartão) ou permitindo-lhe ter um acesso ao exterior vigiado. Há muitas opções para conseguir que um gato de casa faça mais desporto! As atividades serão escolhidas em função das caraterísticas do gato e da participação do dono, mas o importante é que estas sirvam para fazer exercício e mantê-lo em forma, além de aumentar o nível de estimulação mental do gato e melhorar a sua qualidade de vida.

Por isso, mãos à obra. ¡A operação biquíni começa agora!