O papel da alimentação na formação de laços


O papel da alimentação na formação de laços

Confiança

Os seres humanos e os cães criam laços de amizade intensos e íntimos entre si, ao contrário do que se pode observar entre outras espécies.  Os cães são animais muito sociáveis e os vários milénios de domesticação estimularam a formação deste tipo de laços tão íntimos com o seu dono. Os cães são muito bons observadores do comportamento humano e podem responder aos sinais do estado de espírito do dono, mostrando-se inquietos ao tentar agradá-lo e ao evitar serem repreendidos.  Sentem um verdadeiro carinho pelos seus donos.  Esse carinho é um dos principais motivos pelos quais os donos também têm um laço tão forte com o seu animal de estimação. Os cães têm muitos atrativos para os seus donos. Por um lado, a parte física, pois a maioria dos cães tem um físico fantástico, com olhos grandes e um pelo suave e agradável ao toque.  Por outro lado, ao contrário do que acontece com os seres humanos, o carinho demonstrado pelos cães é inquestionável e está sempre presente. É por isso que são amigos fiéis e de confiança. Muitos donos confiam nos seus animais de estimação, contam-lhes segredos e tratam-nos como humanos. Por isso, para o homem, os laços que tem com o seu animal de estimação são únicos.  Vários estudos revelaram as vantagens que este tipo de laços oferece aos seres humanos, como um melhor estado emocional e uma melhor saúde física.

 

Donos

Os donos procuram corresponder ao amor e lealdade do seu animal de estimação de várias formas. Uma delas é fazendo demonstrações de carinho, que pode ser dizer uma frase num tom de voz agradável. Os cachorros aprendem rapidamente a responder com uma voz agradável e o melhor será utilizar sempre a mesma expressão, como "lindo cãozinho", pois associá-la-ão sempre a um estímulo positivo.  Outra forma de recompensar o seu cão é dando carinhos e abraçando-o. Também pode recompensar o seu cão brincando com ele, seja atirando um brinquedo ou uma bola.  Por fim, a comida também é uma recompensa muito eficaz e um mecanismo muito útil para mudar o seu comportamento.  Para este efeito, utilizamos as recompensas em comida. Embora este tipo de recompensas se utilize muitas vezes nos treinos dos animais de estimação, também representa uma forma de demonstração de carinho e reforça os laços que o dono tem com o cão.

 

Atenção

As recompensas em comida são sem dúvida uma recompensa muito eficaz para treinar um cão. No entanto, uma grande desvantagem das recompensas em comida é o risco de que o seu cão coma demasiado e que engorde com o passar do tempo. É fundamental que os donos se certifiquem de que isto não acontece e que controlem as recompensas em comida. Não significa que devam ser evitadas, mas que devem ser utilizadas com prudência.  Pode dar algumas recompensas em maior quantidade do que outras, se, por exemplo, forem completas a nível nutricional.  Se lhe der uma recompensa, é importante que a quantidade da ração reduza proporcionalmente para compensar as calorias da recompensa. Por outras palavras, o dono deve controlar o peso do seu animal de estimação de forma a regular e estabelecer um equilíbrio perfeito entre os alimentos das refeições e as recompensas.  Se o cão tiver muita tendência para engordar, deverá reduzir as refeições, as recompensas ou ambos.

 

Felicidade

A comida é uma parte muito importante nos laços entre o homem e o animal, uma vez que a comida é uma grande recompensa para os cães e muitos donos gostam de recompensar a lealdade dos seus animais com comida.  Portanto, de certeza que com uma alimentação correta as recompensas acabam por reforçar e estimular os laços que tem com o seu animal de estimação, ao mesmo tempo que fazem com que tanto o cão como o dono estejam saudáveis e felizes.