Vets & Clinics

Prolapso vaginal na cadela: breve descrição

prolapso vaginal

Durante o cio (na fase do proestro e do estro), a mucosa vaginal torna-se edematosa, hiperémica e queratinizada, devido aos efeitos do estrogénio. Quando a resposta ao efeito dos estrógenos é muito exagerada, pode dar-se a saída da mucosa vaginal para o exterior através da vulva, originando um prolapso vaginal

Quimioterapia em cães com trombocitopenia: avaliação dos riscos

trombocitopenia

A quimioterapia em cães é um tratamento para as neoplasias malignas com vários efeitos secundários. Não existem manuais sobre a administração de quimioterapia em populações específicas de cães, tais como os cães afetados por trombocitopenia. Assim, analisámos um estudo que comparou os efeitos secundários da administração de quimioterapia em cães sem trombocitopenia e em cães […]

Edema pulmonar cardiogénico em gatos: aspecto das radiografias

edema pulmonar

O edema pulmonar cardiogénico em gatos resulta da acumulação de transudado no alvéolo pulmonar, líquido esse que provém do plasma sanguíneo devido ao aumento da pressão capilar nos alvéolos. Neste artigo iremos analisar a etiologia deste problema, bem como as características dos exames radiográficos, por forma a podermos realizar um diagnóstico correto e, assim, implementar […]

Desidratação em cães: maior risco de parvovirose canina?

parvovirose canina

O parvovírus canino tipo 2 (CPV-2) é um dos vírus mais importantes, afetando cães domésticos e selvagens, e provocando a parvovirose canina. A patologia induzida pelo vírus é associada com uma elevada mortalidade e morbilidade caso não exista tratamento, especialmente entre os cães mais jovens. Dado que o tratamento é geralmente bastante oneroso, o diagnóstico […]

Sintomas de linfoma felino: sobrevivência de gatos com linfoma nasal

sintomas de linfoma

O linfoma constitui a neoplasia mais frequente nos gatos, representando aproximadamente 90% de todas as neoplasias malignas hematopoiéticas. O linfoma nasal, no entanto, é uma manifestação rara que representa menos de 1% de todos os tumores nos gatos. Dado que os linfomas são sensíveis quer à quimioterapia, quer à radioterapia, existem múltiplos esquemas de tratamento […]