Tempo de leitura: 2 minutos

Os problemas nas articulações em cães são uma das patologias mais frequentes quando o animal envelhece. As intervenções que levamos a cabo, desde a consulta, para travar o avanço da osteoartrite são eficazes, mas o seu efeito pode ser difícil de ser notado pelo dono.

Como podemos ajudar os nossos clientes a verificar as melhorias na saúde articular dos seus animais e, consequentemente, a cumprir as indicações do tratamento? Apresentamos-lhe neste artigo um teste simples de mobilidade que será uma grande ajuda.

 

Os 3 sintomas mais evidentes em osteoartrites caninas

A doença articular manifesta-se com o coxear do cão e com a restrição do movimento. Devido ao facto de ser uma doença lenta e progressiva, não se costuma dar importância no princípio e apenas quando o animal tem muitas dificuldades em desenvolver atividades quotidianas é que se realiza uma visita ao veterinário.
Muitas vezes comete-se o erro de relacionar a inatividade e a falta de vivacidade diretamente com o envelhecimento, julgando que não existe cura ou que, se existe, implica submeter o cão a uma cirurgia. Dispomos ao nosso alcance de uma série de nutrientes muito eficazes na proteção das articulações, que são fornecidos através da dieta e que como veterinários podemos recomendar aos donos dos nossos pacientes.

 

Um teste para monitorizar a mobilidade articular

Para avaliar a eficácia do tratamento nutricional propomos a utilização de testes simples, levados a cabo pelo dono, que lhe permitirão notar as melhorias alcançadas no decorrer das semanas, que geralmente passam despercebidas no dia-a-dia. Também é útil para o veterinário poder monitorizar o progresso do cão, bem como o resultado de todas as intervenções veterinárias realizadas no paciente em causa. O teste irá permitir-nos detetar quais os casos em que é necessário ajustar o tratamento.

Se conseguirmos que o dono participe na avaliação, é muito provável que este tome consciência da doença e seja mais responsável no que se refere ao tratamento. Isto resultará num melhor cumprimento do tratamento.

O seguinte teste de avaliação e controlo de cumprimento é formado por 9 perguntas relativas à mobilidade, a serem realizadas em 3 etapas:

1) antes do tratamento

2) às 2-3 semanas

3) às 4-5 semanas

Convidamo-lo a consultá-lo e a imprimir um exemplar para entregar aos seus pacientes.

cão e articulações

Quais são os nutrientes que protegem as articulações?

Existem certas dietas e suplementos nutricionais que não só reduzem a inflamação e a dor, mas também possuem um efeito reparador na osteoartrite, ao mesmo tempo que fortalecem todas as articulações. Relembremos que a artrite afeta todas as articulações, não apenas a cartilagem.

Conhecer quais os nutrientes e como atuam pode ajudá-lo a receitar uma dieta eficaz no tratamento nutricional dos problemas articulares degenerativos.

  • A combinação de sulfato de condroitina, glucosamina e colagénio hidrolisado reforça a cartilagem e, em conjunto com os ácidos gordos ómega 3, previne a inflamação.
  • O ácido hialurónico regenera a formação do fluido sinovial.
  • A vitamina K modela o processo de calcificação da cartilagem no osso. Assim sendo, previne o risco de microfraturas e de osteoartrite.

Recomendamos-lhe este vídeo, no qual é explicado como os nutrientes da dieta de Advance Articular Care são eficazes a 3 níveis: osso, cartilagem e cápsula sinovial.

 

cão e articulações

Com o fornecimento dos nutrientes adequados, a longevidade do cão e a saúde das suas articulações são dois conceitos que podem perfeitamente estar associados.

New Call-to-action