Tempo de leitura: 2 minutos

 

Nem sempre é fácil saber como ensinar um cachorro. Neste artigodamos-lhealguns conselhos para ter sucesso na educação de um cachorro.

Para prevenir o abandono animal é deveras importante informar os donos dos animais como ensinar um cachorro. É especialmente importante fazê-lo no caso dos donos adotantes, já que grande parte do êxito da adoção radica no sucesso da convivência.

 

New Call-to-action

 

Levar um animal para casa requer um pequeno esforço de adaptação. É necessário ajudar o recém chegado o mais possível, mostrando carinho e paciência, mas sem esquecer a firmeza. As primeiras semanas são cruciais para o êxito da futura convivência.

Neste artigo iremos dar-lhe conselhos sobre como ensinar um cachorro. Esperamos que possa explicá-los aos seus atuais ou futuros clientes, e que todos beneficiem da informação.

 

Bases para educar um cachorro com sucesso:

Primeiro é necessário estarmos cientes de que iremos colher os frutos pouco a pouco, inclusive poderá acontecer só obtermos os primeiros resultados depois do primeiro ano. Paciência!

Se pretende ter êxito na tarefa, será necessário atentar em 3 pontos:

  • Coerência
  • Paciência
  • Não gritar nem bater

É normal que nos primeiros dias o cachorro tenha stress. Por essa razão é necessário dar-lhe carinho, tranquilidade e sobretudo muita liberdade para poder explorar o seu novo meio. Não se pode deixar sozinho no jardim durante os primeiros dias, já que se poderá sentir em perigo e perdido.

 

O que fazer face aos choros do cachorro?

Se o cachorro chora será conveniente ignorá-lo até que se aperceba de que não consegue nada com isso. No caso de este comportamento persistir, e de se repetir durante a noite ou quando fica sozinho, existem alguns truques que podemos utilizar:

  • Colocar uma garrafa com água morna na cama dele, envolvida numa toalha. O animal irá tranquilizar-se, porque o objeto irá fazê-lo lembrar-se da mãe.
  • Um relógio com som de tic-tac irá relembrá-lo dos latidos da mãe.

 

Saídas à rua:

Nas primeiras saídas à rua será melhor carregá-lo nos braços, já que deste modo se irá acostumar ao meio exterior sem comportamentos anormais de medo ou agressividade, que poderiam persistir até à idade adulta.

 

Travessuras:

Quando o cachorro fizer alguma asneira é necessário repreendê-lo para que associe a repreensão a algo desagradável. Basta soar uma buzina ou emitir algum ruído desconfortável. O momento da repreensão deverá acontecer imediatamente a seguir à ação, já que se for feita posteriormente não irá surtir efeito no animal.

 

Sofá e cama:

Um assunto que traz bastantes dores de cabeça é o sofá. Se não quer que suba para ele quando for adulto, agora é o momento de o proibir. Se, por vezes, quiser estar com ele no sofá terá de o ensinar a subir apenas e só se você assim lhe disser.

 

Xixis e cocós:

Em relação aos xixis e cocós, quando o cachorro é muito jovem não controla os esfíncteres, e portanto é inútil repreendê-lo. Se não quer que ele o volte a fazer no mesmo sítio não o limpe com lixívia nem amoníaco, já que isso os impele a repeti-lo.

Para lhe ensinar o seu lugar de fazer xixi, cubra o chão com papel de jornal. Em cima do local escolhido deite umas gotas de lixívia, para que o cachorro urine nesse lugar. Gradualmente, retire as folhas de jornal até que reste apenas uma.

Quando for altura de transportar este hábito para a rua, será bastante simples. Depois de o cachorro aprender a fazer xixi numa folha, saia para a rua com a folha. Espere que ele urine na folha e depois recompense-o com uma guloseima especial.

Neste link  poderá encontrar muitos outros conselhos relativos à educação do seu cachorro.

 

New Call-to-action