Nutrição em gatos recém-nascidos: do leite materno ao alimento seco | Vets & Clinics

O espaço de referência dos veterinários #SOMOSVETS

Nutrição em gatos recém-nascidos: do leite materno ao alimento seco

Gestão de uma clínica

O desmame dos gatos recém-nascidos é um ponto sensível do seu crescimento. O alimento seco que irão consumir deverá colmatar as suas exigentes necessidades energéticas e nutricionais. Existem dietas que contribuem para o correto desenvolvimento do gatinho e, além disso, fornecem um bónus para o reforço do seu sistema imunitário.

Os gatos recém-nascidos possuem necessidades nutricionais muito específicas. Por essa razão, não devem ser alimentados com qualquer tipo de leite, já que alguns lhe provocam mal-estar, como é o caso do leite de vaca.  

Características do leite da gata

No primeiro dia de vida do gatinho, o leite materno possui uma composição especial, sendo denominado colostro. Trata-se de um leite com um alto nível de imunoglobulinas, importantíssimas para o desenvolvimento do seu sistema imunitário. No ano de 2006, Claus MA et al elaboraram um estudo para quantificar a concentração de imunoglobulinas no colostro e no leite felinos . Os seus resultados evidenciaram que o colostro apresentava uma maior concentração de IgA e de IgC quando comparado com o leite do 7º dia.  

Sistema imunitário imaturo

Num artigo anterior já lhe explicámos a importância da nutrição aquando das etapas iniciais da vida dos gatos, quando o seu sistema imunitário ainda se encontra em desenvolvimento.  

Descarregue GRÁTIS → Guia de fisiopatologia gastrointestinal do cão e do gato

  Porém, chega uma altura em que o gato deixa de ingerir leite da sua mãe, geralmente a partir dos 2 meses de idade, para começar a ser alimentado com comida seca. É deveras importante continuar a reforçar o seu sistema imunitário, que ainda é imaturo, por meio do novo tipo de alimentação. Além disso, os gatos recém-nascidos possuem umas necessidades energéticas e nutricionais muito específicas.  

Dieta para gatos recém-nascidos

Neste artigo apresentamos-lhe a dieta específica para gatinhos, Advance Baby Protect Kitten . É uma dieta recomendada para gatinhos dos 2 aos 12 meses de idade, ou para fêmeas gestantes ou em período de lactação.  

Pontos fortes

É caracterizada por:
  • Elevada biodisponibilidade, devido ao facto de conter proteínas de qualidade superior, bem como minerais orgânicos como o zinco e o manganésio. A maior parte do alimento é aproveitada, reduzindo a produção de resíduos.
  • Presença de imunoglobulinas e de vitaminas B6 e E, que reforçam o sistema imunitário, como já se demonstrou por meio de vários estudos científicos.
  • Um sabor excelente, devido à elevada qualidade dos ingredientes utilizados.
  • A sua venda exclusiva em clínicas veterinárias.
 

Principais características

As suas principais características são:
  • Proteína ideal:com elevado valor biológico. Possui um perfil adequado de aminoácidos para as necessidades do gato. Além disso, a sua alta digestibilidade diminui a produção de resíduos proteicos, otimizando o seu aproveitamento.
  • Minerais orgânicos:quando unidos aos aminoácidos, o Zinco e o Manganésio utilizam outros meios para penetrar na barreira intestinal.
  • Ótimo crescimento:possui um elevado nível energético, cobrindo as necessidades de proteínas, lípidos e vitaminas que um organismo em pleno crescimento requer. Contém uma porção de cálcio e fósforo equilibrada, para melhorar o desenvolvimento do gatinho.
  Quantidade diária recomendada  

AFP -  Guía GI Parte2 - Sidebar