software de veterinária Tempo de leitura: 3 minutos

 De que forma pode escolher o software de veterinária que melhor se adapta às necessidades da sua clínica?

Um bom software de veterinária é essencial para gerir a base de dados da sua clínica, quer do ponto de vista financeiro para poder analisar a rentabilidade da clínica como para gerir as fichas individuais dos pacientes. Os ficheiros da clínica veterinária deverão conter dados relativos ao historial clínico, calendário de vacinações, características individuais do animal… bem como dados mais pessoais do dono, que permitam à clínica planificar novas estratégias comerciais e, sobretudo, ajudem a estabelecer uma relação sólida e pessoal com cada cliente.

 

New Call-to-action

 

Os programas de gestão conseguem ajudar-nos a conhecer melhor os nossos clientes, fornecendo várias pistas para a elaboração de novas estratégias de marketing ou novas linhas de trabalho. Também são úteis para melhorar o controlo e avaliação da nossa clínica e de cada um dos seus serviços, ou para outro tipo de atividades de cariz social e não lucrativo, como a procura de animais de estimação desaparecidos ou a divulgação para adoção de cães e gatos abandonados, o que representa uma mais valia para nós, além de se tratar de um dever de cidadania.

 

7 pontos chave para escolher o software veterinário de gestão que lhe convém

  1. Procure aconselhamento para encontrar o programa de gestão que necessita

É necessário considerar o volume de negócios e escolher o software de veterinária que se lhe ajuste. O mais adequado será deixar-se aconselhar por especialistas, além de questionar outros companheiros de profissão sobre a experiência que tiveram com os seus programas de gestão. Uma questão importante: assegure-se de que é ajustável ao seu orçamento.

  1. Submeta o seu software de gestão a um período experimental

Solicite uma demonstração que lhe permita conhecer o programa, saber se se ajusta às necessidades da sua clínica e verificar se a sua gestão é simples de operar.

  1. Determine as necessidades reais da sua clínica

Decida em consenso com todos os trabalhadores da clínica quais as necessidades e exigências, por forma a gerir melhor cada área.

  1. Comece pouco a pouco: não pretenda fazer numa semana aquilo que não fez em anos

Não adquira um programa de gestão com uma grande diversidade de aplicações que depois se revele tão complexo que o obrigue a desistir dele, pelo facto de ser complicado de operar. Escolha um programa à sua medida e explore-o desde o mais simples até às funções mais complexas, conforme vá necessitando.

  1. Implemente um protocolo de recolha de dados

Todo o pessoal da clínica veterinária deverá saber claramente quais os dados que tem de pedir aos clientes, em que ordem e de que forma os vai arquivar ou recuperar. Uma base de dados operada por várias pessoas pode-se tornar num caos se o protocolo não for respeitado.

  1. Disponibilize formação para toda a equipa veterinária em relação ao que deverá saber sobre o programa de gestão

Cada funcionário deverá saber quais as suas responsabilidades na atualização e manutenção da base de dados. Todos deverão estar informados e com formação relativa a qualquer modificação do programa ou dos respectivos protocolos de utilização. Deverão estabelecer-se áreas restritas, explicando-as para que não surjam complicações, e deverá avaliar-se o trabalho de toda a equipa.

  1. Estabeleça um programa de monitorização e melhoria contínua

Analise os resultados obtidos pela utilização do seu software veterinário e modifique os procedimentos que se revelem errados. Um programa de gestão não se trata, simplesmente, de uma biblioteca de dados, mas sim de uma ferramenta fundamental que lhe permite analisar os resultados do seu trabalho e modificar processos nas áreas onde a rentabilidade não está a ser a melhor.

 

Aprenda a otimizar a utilização dos dados com o seu software veterinário

Transformar os dados em informação e a informação no conhecimento dos nossos clientes e das suas exigências irá ajudar-nos a tomar decisões, e a delinear boas estratégias e serviços.

Recolher dados é importante, mas mais importante é determinar o que nos interessa saber sobre o cliente, e não exagerar na recolha indiscriminada de dados. Não devemos cair no erro de recolher mais dados do que aqueles que são necessários, nem interpretar os dados como fontes de informação unicamente provenientes dos nossos clientes, mas também do nosso próprio conhecimento. Ou seja, o nosso programa de gestão irá permitir-nos analisar a rentabilidade de determinados serviços, a gestão de stocks, fornecedores, procura de determinados produtos e/ou serviços, etc: uma análise pormenorizada de diferentes parâmetros irá dar-nos o segredo para melhorar toda e cada uma das atividades e procedimentos da nossa clínica veterinária.

 

Texto original:
ELENA MALMIERCA
Veterinária

 

Artigos relacionados:

 

New Call-to-action