Tempo de leitura: 3 minutos

 

Reduzir o excesso de peso e a obesidade nos cães e gatos torna-se mais fácil se utilizarmos as ferramentas adequadas. O controlo da ingestão mediante algumas técnicas simples e por meio de dispensadores de alimento podem ser medidas úteis para o efeito. Fizemos uma revisão dos fatores chave para o controlo do peso.

 

New Call-to-action

 

Quais as ferramentas que podemos utilizar e recomendar? Existem produtos para gatos gordos e animais de estimação com excesso de peso?

 

  • Poster de avaliação do estado corporal:

Primeiro é preciso tomar consciência do estado corporal do animal. Um poster no consultório com ilustrações e uma escala de 1 a 5 irá permitir explicar melhor ao dono a situação do seu animal de estimação e aceitar que o seu animal sofre de excesso de peso. Uma opção inteligente também será a de colocar o poster de avaliação do estado corporal num sítio visível da sala de espera e perto da balança, para consciencializar os donos sobre a necessidade de controlar o excesso de peso nos cães e gatos.

  • Controlo da quantidade de alimento

No caso de excesso de peso, não é conveniente uma alimentação do tipo ad libitum, principalmente na fase de perda de peso. Assim, primeiro é preciso calcular a quantidade de alimento que deverá ser fornecida ao cão ou ao gato em função do peso e do estado nutricional.

Com uma escala ou uma régua manual poderá calcular rapidamente a quantidade de que o animal necessita diariamente.

Dispensadores de alimento com brinquedo: existem produtos para animais de estimação que promovem a atividade física enquanto o gato tenta conseguir a comida. Um exemplo desses produtos é o Advance Activity Ball, um brinquedo de alimentação interativa que permite ao gato alimentar-se, ao mesmo tempo que pratica exercício e se diverte. A equipa de investigação da Affinity Petcare apresentou um estudo sobre a eficácia do aumento da atividade física proporcionado pelo Activity Ball, que era de 30%.

  • Dieta com restrição energética

Uma intervenção dietética controlada que reduza o fornecimento energético foi o único tratamento que demonstrou ser eficaz para a perda de peso. Porém, é importante não reduzir apenas a quantidade de alimento, mas também modificar o tipo de dieta. Uma redução drástica da quantidade de alimento pode originar défices nutricionais de alguns nutrientes, vitaminas, ácidos gordos essenciais e outros oligoelementos.

Além disso, uma redução substancial do volume ingerido irá produzir insatisfação no animal e, por conseguinte, uma maior sensação de apetite, originando uma procura mais agressiva de comida.

Por isso, é muito importante selecionar uma dieta de emagrecimento ou de manutenção que consiga saciar o animal e, ao mesmo tempo, forneça todos os nutrientes de que o cão necessita. A redução da quantidade de gordura e o aumento das fibras na dieta constitui o método básico.

  • Brinquedos para aumentar a atividade física

A promoção das brincadeiras é uma forma fácil e económica de aumentar a atividade física do animal. Brincar com o cão ou o gato traz benefícios quer a nível emocional, já que se cria um maior vínculo entre o dono e o seu animal de estimação, quer a nível físico, dando origem a uma maior mobilidade, quer do cão ou do gato, quer do próprio dono.

A realização de atividade física é mais do que recomendada, quer para o animal quer para o seu dono, uma vez que permite aos dois desenvolverem os seus instintos naturais. Por exemplo, nos cães a corrida é algo inato, por isso organizam-se corridas de cães e runners.

Utilizar produtos para animais de estimação. Educar o animal mostrando-lhe os seus próprios brinquedos irá permitir que não utilize outros elementos da casa ou dos donos para brincar (meias, almofadas, tapetes…).

Para o gato a utilização de brinquedos é ainda mais importante, já que não pode desenvolver atividade física por meio dos passeios com trela, como é o caso do cão. Pequenos brinquedos que imitem as suas presas favoritas, e que o gato possa transportar e caçar, em conjunto com arranhadores e elementos elevados para poder trepar, são essenciais para que o felino possa desenvolver os seus comportamentos naturais.

  • Acompanhamento e plano de consultas

Tão importante como fazer as recomendações adequadas ao dono é conseguir cumpri-las. Um acompanhamento regular via e-mail ou SMS podem fazer a diferença no seu cumprimento. Estabelecer claramente com o dono um plano de consultas futuras ajudará a relembrar-lhe que o animal se encontra num programa de emagrecimento. Se ainda não o conhece, recomendamos-lhe a consulta do programa de perda de peso.

Ainda não tem o poster de avaliação corporal no consultório? A Affinity Petcare envia-o para a sua clínica. Solicite-o aqui.

 

New Call-to-action