Etologia ou como entender os animais


Etologia ou como entender os animais

Mesmo tendo muito em comum com eles, é evidente que nós também temos muitas diferenças. Isso faz com que, algumas vezes, seja mais difícil entender o comportamento deles, além de cometermos o erro de tratá-los como se fossem pessoas. Por causa dessa necessidade de entendê-los nasceu a etologia, uma ciência que estuda o comportamento dos animais.

De uma forma muito simples, a etologia estuda o que os animais fazem e por que o fazem. O primeiro nível do estudo, a descrição da conduta, é realizado por meio da observação. É daí que tiramos a imagem característica do etólogo como uma pessoa que passa muitas horas observando e registrando o que vê nos animais. O segundo nível do estudo, baseado na explicação da conduta, requer trabalhos experimentais ou de comparação entre espécies.

O que a etologia consegue com a descrição e a explicação da conduta dos animais? Com isso, a etologia nos ajuda a entender melhor os nossos pets e pode nos ajudar também a prevenir, diagnosticar e tratar os problemas de comportamento nos animais domésticos. Quando falamos de problemas de comportamento nos referimos a condutas que podem ser perigosas ou incômodas para as pessoas, além das condutas que podem causar um ferimento ou uma doença no animal. Por exemplo, pode se tratar de uma conduta agressiva entre cachorros e gatos, do latido excessivo ou, inclusive, de condutas de automutilação. Portanto, a etologia é necessária no ambiente doméstico, visto que ajuda a tratar os comportamentos problemáticos dos pets que podem afetar tanto as pessoas, diminuindo a comodidade de ter um animal de estimação, como os bichinhos, provocando um mal-estar neles.

Entretanto, você não deve se alarmar. Esses comportamentos são tão comuns quanto solucionáveis. Simplesmente, vá ao veterinário ou consulte um especialista da Affinity para detectar o problema o mais rápido possível e tratá-lo corretamente.