Recompensas, o segredo para ensinar novos comportamentos


Recompensas, o segredo para ensinar novos comportamentos

Frequentemente, os donos de um pet enfrentam o desafio de ensinar novos comportamentos ao cachorro ou gato, às vezes por necessidade e outras por diversão. O problema é como fazer isso. Por exemplo, como podemos ensinar o nosso pet a se sentar, deitar, dar um passo para trás ou entrar no carro? Você só precisa conhecer as técnicas disponíveis, escolher a mais adequada e colocar a mão na massa, com um plano de treinamento claro, muita paciência e muitos prêmios.

Uma técnica muito famosa entre os proprietários é a técnica da isca (luring), em que um pedacinho de comida ou um brinquedo é usado para atrair o animal e guiar o seu movimento até conseguir o comportamento desejado. A maioria dos proprietários já usou o luring para ensinar o cachorro a se sentar, deitar ou entrar no carro. No caso do exercício de sentar, por exemplo, o proprietário costuma colocar um pedacinho de comida na frente do focinho do cachorro e levantar a mão em cima da cabeça do animal. O animal, para não perder o contato com a comida, levanta a cabeça, abaixa a parte de trás do corpo e acaba se sentando. Quando o cachorro senta ou realiza o comportamento desejado, ele é premiado com aquela isca ou com outro pedacinho de comida.

A ajuda da isca para guiar o animal é usada somente na primeira fase do treinamento. Quando o comportamento for alcançado, é muito importante retirar a ajuda e repetir o movimento da mão sem a isca. No caso de sentar, o proprietário começa a mover a mão vazia por cima da cabeça do cachorro realizando o mesmo movimento que fazia antes. Se o animal responde se sentando, recebe uma recompensa. Se ele não se sentar, o movimento é repetido com a isca e a ajuda é retirada de forma mais gradual, alternando repetições do exercício com a isca e sem a isca. Alguns proprietários consideram que o luring não passa de uma maneira de “subornar” o animal de estimação e reclamam dizendo que o cachorro só repete um comportamento aprendido na presença do brinquedo ou da comida. Isso costuma acontecer porque, nesses casos, o exercício não está acabado, ou seja, o cachorro ainda não aprendeu a realizar o comportamento respondendo apenas com o movimento da mão.

Com essa técnica, é possível conseguir que o animal adote uma postura específica (como ficar sentado, deitado ou em pé), fique em uma posição determinada (como ficar do lado da perna do proprietário) ou realize um movimento específico (como girar em torno dele mesmo, fazer um 8 entre as pernas, saltar um obstáculo ou entrar em um carro). Entretanto, o luring não é bom para que o animal realize outros comportamentos como pegar um objeto com a boca ou acender e apagar uma luz. Nesses casos, é preciso usar outras técnicas de treinamento.

Concluindo, a técnica do luring é relativamente fácil de usar e permite conseguir rapidamente resultados satisfatórios, mas ela não pode ser usada em qualquer comportamento e é muito importante ir retirando a ajuda para terminar o exercício.